RESÍDUOS - O que são resíduos

Conforme definido pela NBR-10.004 e citado na Resolução CONAMA N°5, de 05 de agosto de 1993, temos:
“Resíduos Sólidos: Resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades da comunidade, de origem: industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os lodos provenientes de sistemas de tratamentos de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornem inviável seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos d'água, ou exijam para isso soluções técnicas economicamente inviáveis, em face da melhor tecnologia disponível.”

Os Resíduos são um grave problema no mundo moderno. A natureza trabalha em ciclos. Animais, excrementos, folhas e todo tipo de material orgânico morto se decompõem com a ação de milhões de microrganismos decompositores, como bactérias, fungos, vermes e outros, disponibilizando os nutrientes que vão alimentar outras formas de vida.

Até o início do século passado o lixo gerado; restos de comida, excrementos de animais e outros materiais orgânicos reintegravam-se aos ciclos naturais e serviam como adubo para a agricultura. Mas, com a industrialização e a concentração da população nas grandes cidades, o lixo foi se tornando um problema.

A sociedade moderna rompeu os ciclos da natureza: por um lado, extraímos mais e mais matérias primas, por outro, fazemos crescer montanhas de lixo. E como todo esse rejeito não retorna ao ciclo natural, transformando-se em novas matérias-primas, pode tornar-se uma perigosa fonte de contaminação para o meio ambiente ou de doenças.

Quanto mais lixo, mais problemas. O aumento na geração de resíduos sólidos tem várias conseqüências negativas:

* Custos cada vez mais altos para coleta e tratamento do lixo;
* Dificuldade para encontrar áreas disponíveis para sua disposição final;
* Grande desperdício de matérias-primas.

Por isso, os resíduos deveriam ser integrados como matérias primas nos ciclos produtivos ou na natureza.

Outras conseqüências do enorme volume de lixo gerado pelas sociedades modernas, quando o lixo é depositado em locais inadequados ou a coleta é deficitária, são:

* Contaminação do solo, ar e água;
* Proliferação de vetores transmissores de doenças;
* Entupimento de redes de drenagem urbana;
* Enchentes;
* Degradação do ambiente e depreciação imobiliária;
* Doenças

Recentemente começamos a perceber que, assim como não podemos deixar o lixo acumular dentro de nossas casas, é preciso conter a geração de resíduos e dar um tratamento adequado ao lixo no nosso planeta. Para isso, será preciso conter o consumo desenfreado, que gera cada vez mais lixo, e investir em tecnologias que permitam diminuir a geração de resíduos, além da reutilização e da reciclagem dos materiais em desuso. Precisamos, ainda, reformular nossa concepção a respeito do lixo ou melhor denominado nos dias de hoje, resíduo. Não podemos mais encarar todo resíduo como resto inútil mas, sim, como algo que pode ser transformado em nova matéria-prima para retornar ao ciclo produtivo.


Todos os direitos reservados a santaceciliaresiduos.com.br® / design Zunca.NET